Jane Austen e o piano

Jane Austen foi uma exímia pianista. Amava tanto o piano que incorporou o instrumento na vida de várias de suas personagens.

Joan Ray, uma das mais importantes estudiosas de sua obra, acredita que tocar piano e escrever eram atividades tão relacionadas que impactavam diretamente sua obra.

Evidência: Jane Austen escreveu pouco enquanto viveu em Bath, com sua família, entre 1801 e 1806. Lá não havia um piano.

Curiosamente, onde escreveu suas seis principais obras havia um piano. Entre os compositores que Austen adorava estava Joseph Haydn.

A autora de Orgulho e Preconceito é um dos nomes mais importantes da literatura. Jane Austen nasceu em 1775, em Steventon, na Inglaterra. Foi a segunda filha de uma família de seis homens. Seu pai era pároco.

Dado aos costumes da época, seus irmãos puderam estudar matemática, história, entre outras disciplinas e para ela e para a irmã ficaram as habilidades domésticas. Por exemplo, costurar e tocar piano.

A genialidade de Jane Austen foi desenvolver personagens femininas complexas, além conseguir esmiuçar com leveza conflitos típicos das relações de classe – e de gênero. Por meio dos livros da escritora inglesa podemos conhecer, minimamente, como eram as relações entre os homens e as mulheres de sua época.

Alguns outros títulos que Austen assina são: Razão e Sensibilidade, Mansfield Park, Emma e Persuasão. Jane começou a escrever contos na pré-adolescência.

Especialistas em Jane Austen, contudo, não mantém consenso quanto à intenção da escritora de levantar bandeira contra a opressão às mulheres. Para Marilyn Butler, por exemplo, seus romances limitavam a mulher ao matrimônio e ao ambiente doméstico.

Já para Sandra Gilbert e Susan Gulbar, as principais personagens contradizem convenções, sendo mulheres obstinadas e de pensamento independente. É certo, todavia, que as narrativas tratam da identidade feminina com leveza – e certa dose de ironia, no quesito crítica social.

 

Siga a FAUSTO no Instagram!

Eliana de Castro Escrito por:

Idealizadora da FAUSTO, é ensaísta, mestre em Ciência da Religião pela PUC-SP. Contato: eliana.faustomag@gmail.com

Os Comentários estão Encerrados.