Julieta, de Almodóvar, do tipo ame ou odeie

Julieta carrega um segredo. Por 12 anos esconde de todos uma dor. Uma dor difícil de descrever, pois uma vez sufocada embaraçou-se no tempo.

Só que o tempo não costuma ser amigo dos que guardam segredos.

Na medida em que passa, o tempo pressiona a consciência e, como o cheiro de algo pobre, torna-se impossível de ser vencido.

Resultado da adaptação de três contos da escritora canadense Alice Munro – publicados em A Fugitiva, de 2004 – Julieta é um filme de Pedro Almodóvar.

Julieta, de Almodóvar
Julieta, de Almodóvar.

Usando um elegantíssimo chemise vermelho, Julieta embala seus livros ao mesmo tempo em que se despede de uma misteriosa e dolorosa fase de sua vida.

Prestes a partir para Portugal com o namorado, Lorenzo, a protagonista deixa a impressão de viver uma ótima relação com esse homem, um fio importante da trama, o que torna intrigante o que acontece logo depois.

Julieta aparece em dois momentos de sua vida. Quando jovem é interpretada pela bela Adriana Ugarte. Em fase adulta, por Emma Suárez. Lorenzo é vivido por Darío Grandinetti. Estão ainda no elenco Rossy de Palma, como Marian; Inma Cuesta, como Ava; Daniel Grao, como Xoan.

O drama de Julieta acontece em um cenário de beleza ímpar. Muito colorido, o filme ainda conta com apurado figurino e as características peculiares da moda dos anos em que se passa. As casas escolhidas para contar a história, nos dois períodos de sua vida, são acolhedoras e contribuem muitíssimo para que o filme agrade.

Do tipo ame ou odeie, o espectador pode se perceber agitado, contrariado ou ligeiramente enganado. Mas é preciso dar tempo para Julieta. Para compreendê-la. Ainda que para não concordar com ela.

É um filme lindo, esteticamente. Elegante e prazeroso de ficar ali, assistindo, acompanhando a história, sem julgamento. Só divide o público fatalmente no final.

O inevitável é que o filme de Almodóvar fica na mente, independentemente de se ter gostado dele.

 

Fausto

Fausto

Fausto

Eliana de Castro Escrito por:

Idealizadora da FAUSTO, é ensaísta, mestre em Ciência da Religião pela PUC-SP. Contato: eliana.faustomag@gmail.com

Os Comentários estão Encerrados.